Início arrow Opinião
Bem Vind@s!
Início
Noticias
Agenda
Opinião
Documentos
Eleições
Ligações
Sugestões e Denúncias
adere.jpg
 
tv_esquerda
 
 







Opinião
Luz apagada ao fundo do Túnel Imprimir e-mail
05-Dez-2011

carlos_santos.jpgFindado mais um período de suspensão das obras do Túnel do Marão, continua a verificar-se a incógnita: é para continuar ou não?

O dito túnel, aparenta cada vez mais ser um poço sem fundo, dado que do actual Governo nenhuma solução foi apresentada quanto mais cuspida.

Quando foi interrogado aquando do fim da interrupção anterior (Setembro de 2011) pelo grupo parlamentar do partido a que pertence, o Executivo respondeu simplesmente que as obras se encontravam paradas por falta de fundos provenientes da Comissão Europeia. Ora esta afirmou aquando do fim da suspensão mais recente que até então (25 de Novembro de 2011) não havia recebido nenhum pedido de negociação de fundos comunitários para a referida obra*.

Ler mais...
 
Ocupar (e) a Igreja? Imprimir e-mail
14-Nov-2011

sofia_gomes.jpgA manifestação internacional ocorrida no passado dia 15 de Outubro foi um acontecimento estrondoso. Contudo, o que sucede e continua a suceder é ainda mais extraordinário, particularmente em Londres, onde o Movimento Occupy London Stock Exchange está acampado na Praça São Paulo.

Contrariamente aos que as elites britânicas pensavam, o acampamento continua e está até a expandir-se para uma outra praça nas redondezas. Não obstante o plano incial (ocupação da praça onde fica a Bolsa de Londres) não ter sido concretizado devido à actuação da polícia, os objectivos estão a ser atingidos: questionar o sistema, questionar as divisões sociais e, sobretudo, trazer as pessoas para a praça pública para debaterem o estado actual da política. O problema para as autoridades é que os manifestantes estão a comportar-se de forma exemplar, cumprem-se todas as regras necessárias para manter elevados níveis de higiene e bem-estar para todo o espaço envolvente; não são permitidas drogas ou alcóol; numa palavra, cooperação com as autoridades na manutenção do espaço envolvente mesmo em alturas de grande afluência quando ocorrem as assembleias populares.

Ler mais...
 
FAZEM FALTA MAIS UMAS OBRAS EMBLEMÁTICAS... Imprimir e-mail
07-Nov-2011

rui_cortes.jpgDesde sempre que a história de Portugal tem sido marcada pela monumentalidade associada com períodos de estabilidade política ou riqueza proveniente das trocas comerciais. Foi assim que surgiram os nossos mosteiros e palácios mais paradigmáticos, onde as trocas com a Índia e o ouro do Brasil permitiram dar azo aos sonhos de poder dos monarcas absolutistas da altura, desejando deixar o seu nome impresso na história para todo o sempre, perpetuado através de construções opulentas, canalizando para aí toda a riqueza, enquanto a plebe procurava apenas sobreviver.

Ler mais...
 
Violencia Conjugal Imprimir e-mail
31-Out-2011
ariana_meireles.jpg

“A casa é de facto, o lugar mais perigoso da sociedade moderna. Em termos estatísticos, seja qual for o sexo ou a idade, uma pessoa estará mais sujeita à violência em casa do que numa rua à noite” Anthony Giddens

O problema da violência doméstica não é um fenómeno novo, apesar disso só começou a ganhar visibilidade a partir dos anos 70 por força e iniciativa das organizações a favor dos direitos das mulheres, principalmente feministas, que desenvolviam trabalho em casas abrigo para mulheres vítimas de violência, tornando-se assim um problema público digno de atenção.

Ler mais...
 
Agricultores Racionais Imprimir e-mail
17-Out-2011

paulo_seara.jpegEste artigo vem a propósito da canábis, e do seu potencial agrícola, nas zonas deprimidas de Portugal. Enquanto ainda se faz vista grossa aos consumidores aditos das drogas legais (álcool e tabaco), é importante trazer para a agenda pública, nas terras transmontanas que a descriminalização das drogas leves já existe há 10 anos. Apesar de a legalização da canábis estar por fazer, não está a discussão. Continua proibido o consumo, mas pode-se fazer. Não acontece praticamente nada. E às vezes os consumidores são presos.

Numa perspetiva de combate à desertificação do interior, o cultivo agrícola desta versátil planta para reanimar a nossa agricultura tem de ser debatido. Sem esquecer que a prioridade passa pela legalização, para depois partir para esta proposta. É preciso dar uma resposta de futuro à agricultura e evitar saudosismos históricos, ou condescender com os fetiches das direitas, mais interessados na especulação fundiária, na concentração da produção na distribuição dos grandes hipermercados, e no confisco das terras para as oferecer à agro indústria. A verdade da economia (só se safam os maiores, mais fortes, bem instalados, e poderosos), quando aplicada à agricultura, tem levado a nossa região à ruína, persistindo o radicalismo ideológico de certas franjas da direita de que os subsídios têm que acabar progressivamente. E a soberania alimentar de um povo onde fica?

Ler mais...
 
Memorando de Irresponsabilidade e Irracionalidade Municipal Imprimir e-mail
10-Out-2011

carlos_santos.jpgNa passada sexta-feira, dia 30 de Setembro, tive a oportunidade de representar o Bloco de Esquerda na Assembleia Municipal de Vila Real, no entanto, ainda durante a leitura, análise e preparação dos pontos em discussão referentes à dita sessão ordinária fiquei surpreendido por considerações efectuadas pelo executivo camarário em quatro dos dez pontos.

Acontece que o executivo camarário aparenta pensar que a menção ao Memorando de Entendimento entre o Governo português e a troika consegue justificar políticas municipais não obstante da situação.

Ler mais...
 
<< Início < Anterior | 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 | Seguinte > Final >>

Resultados 13 - 18 de 58
14449778_1017459351699565_1908966147365647017_n.jpg
O que quer o Bloco?
oet2.jpg
Jornal Orçamento

capajornalnov16.jpg

Legislativas 2015
Vota Bloco de Esquerda
Revista Vírus
Revista Vírus
© 2017 Site Distrital de Vila Real - Bloco de Esquerda
Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.