Início arrow Noticias arrow Bloco quer salvar Casa do Douro
Bem Vind@s!
Início
Noticias
Agenda
Opinião
Documentos
Eleições
Ligações
Sugestões e Denúncias
adere.jpg
 
tv_esquerda
 
 







Bloco quer salvar Casa do Douro Imprimir e-mail
21-Jun-2010

casa_do_douro.jpgO Bloco de Esquerda vai apresentar um projecto de resolução para o pagamento dos salários em atraso aos trabalhadores da Casa do Douro e para garantir a sustentabilidade da instituição representativa da lavoura duriense.

Os deputados Rita Calvário e Pedro Soares reuniram este sábado, no Peso da Régua, com trabalhadores do quadro privado da organização duriense que se queixam de oito meses de salários em atraso.

Uma das funcionárias da Casa do Douro (CD), que não quis ser identificada, falou no "futuro incerto" e nas dificuldades sentidas em "pagar as despesas de casa".
A solução encontrada por alguns destes trabalhadores foi a suspensão temporária do contrato de trabalho, o que "permite que entre algum dinheiro no fim do mês", disse a trabalhadora à Lusa.

"Já não acreditamos numa solução para a CD. Escondem-nos tudo, não temos certezas de nada, abafam-nos as nossas declarações a nível da comunicação social. Não vemos qualquer luz ao fundo do túnel", salientou a trabalhadora.

A deputada Rita Calvário afirmou que o Bloco vai apresentar um projecto de resolução que vise encontrar precisamente soluções para os salários em atraso e garantias para a sustentabilidade da CD.

Apesar de os trabalhadores afectados serem do quadro privado da instituição, o Bloco defende que o Governo deve "adiantar dinheiro" que permita cobrir os salários, acusando-o de ter responsabilidade nas dificuldades financeiras do organismo.

"Essas dificuldades prendem-se com opções políticas dos vários governos. Por isso é responsabilidade do Governo dar à instituição a dignidade que ela sempre teve, nomeadamente mantendo as competências que ao longo dos anos foi tendo, como seja o cadastro ou da comercialização dos vinhos", salientou a deputada bloquista.

Rita Calvário explicou ainda que "ao manter esta agonia da CD, o Governo pretende esvaziar a instituição e aos poucos ir declarando a sua morte".

A deputada referiu ainda que a 7 de Julho a Comissão de Agricultura da Assembleia da República recebe o ministro da Agricultura e que o Bloco vai aproveitar para voltar a questionar o governante sobre o dossier Douro (no passado mês de Abril os deputados do Bloco questionaram o Ministro da tutela sobre a situação da CD e a dos seus trabalhadores).

Em Dezembro de 2009, o Ministério da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas criou um grupo de trabalho, constituído pela Secretaria de Estado da Agricultura, a CD e o Instituto dos Vinhos do Douro e Porto (IVDP), para responder com rapidez às dificuldades daquela instituição. No entanto, até agora ainda não foram anunciadas soluções, nem sequer foi divulgada a proposta negocial entregue pelo Governo à instituição representativa de 40 mil vitivinicultores.

A CD possui uma dívida ao Estado, que ascende a 110 milhões de euros, e ao sistema financeiro, de 20 milhões de euros. 

Ler também Casa do Douro: Bloco exige esclarecimentos ao Governo.

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
© 2022 Site Distrital de Vila Real - Bloco de Esquerda
Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.