Início arrow Eleições arrow “Onde está o dinheiro é a pergunta mais importante da democracia portuguesa”
Bem Vind@s!
Início
Noticias
Agenda
Opinião
Documentos
Eleições
Ligações
Sugestões e Denúncias
adere.jpg
 
tv_esquerda
 
 







“Onde está o dinheiro é a pergunta mais importante da democracia portuguesa” Imprimir e-mail
16-Mai-2011
Irina Castro,    cabeça de lista do Bloco por Vila Real - Foto de Paulete Matos
(Irina Castro, cabeça de lista do Bloco por Vila Real - Foto de Paulete Matos)

“O que o país não pode fazer é trocar uma dívida que já é cara por uma dívida que é caríssima”, afirmou Francisco Louçã em Vila Real, salientando que a solução “é simplesmente renegociar, auditar a dívida, saber o que se está a pagar, proteger a economia, proteger as pessoas”. No comício intervieram ainda os candidatos pelo distrito Paulo Justo e Irina Castro.

Francisco Louçã realçou que é preciso saber “onde está o dinheiro”, porque o “país não teve mais investimento, mais emprego, melhores serviços públicos, como a saúde ou educação, mas tem mais dívida nas autoestradas ou nas parcerias público-privadas”. O dirigente do Bloco defendeu a renegociação da dívida, sublinhando que “é assim que nos protegemos do calote social, é assim que evitamos que o Estado promova um calote contra as pensões, um calote contra os salários”.

No comício do Bloco, realizado em Vila Real neste domingo, também foi apresentada a lista candidata às próximas eleições legislativas pelo distrito, intervieram Irina Castro e Paulo Justo - candidatos distritais - e Francisco Louçã, que abordou as nove propostas já apresentadas, sublinhando que a campanha do Bloco é “apresentar propostas”.

Paulo Justo dirigiu-se aos jovens, afirmando que o Bloco lutará “por políticas públicas que visem dar oportunidades aos mais jovens desta região”, “para criar condições para que apliquem aqui o vosso potencial e não tenham de ir embora por necessidade, para que tenham possibilidades para viver, trabalhar, inovar e ajudar a desenvolver esta região”.

Irina Castro disse que no programa do Bloco de Esquerda para o distrito há “um compromisso com a necessidade do progresso e do desenvolvimento da região e neste plano a UTAD é absolutamente central”. A cabeça de lista do Bloco por Vila Real afirmou que “não se pode admitir que o ensino superior se continue a financiar à custa do esforço dos estudantes e à custa do esforço dos docentes”. “Os jovens estudam e trabalham e por isso não têm de se endividar para poderem pagar propinas e para poderem frequentar o ensino superior”, disse, acrescentando que “há aqui um combate que precisa de ser travado”.


 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
14449778_1017459351699565_1908966147365647017_n.jpg
O que quer o Bloco?
oet2.jpg
Jornal Orçamento

capajornalnov16.jpg

Legislativas 2015
Vota Bloco de Esquerda
Revista Vírus
Revista Vírus
© 2017 Site Distrital de Vila Real - Bloco de Esquerda
Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.