Início arrow Eleições arrow Irina Castro esteve ontem reunida com a Reitoria da UTAD
Bem Vind@s!
Início
Noticias
Agenda
Opinião
Documentos
Eleições
Ligações
Sugestões e Denúncias
adere.jpg
 
tv_esquerda
 
 







Irina Castro esteve ontem reunida com a Reitoria da UTAD Imprimir e-mail
25-Mai-2011

A candidatura do Bloco de Esquerda por Vila Real, esteve ontem reunida com o Reitor e com a Equipa Reitoral da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. Ouvida a análise e as preocupações da Reitoria, o Bloco de Esquerda não pode deixar de lançar um apelo à população vilarealense.

A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro assinou com o Governo PS/Sócrates um Contrato de Confiança, mas Sócrates falhou. Dos 5 milhões de reforço orçamental apenas chegaram 2,5 milhões. Esta falta de compromisso tem-se revelado um comportamento típico do governo PS e não terá um final diferente com um Governo PSD. O Bloco de Esquerda rejeita estas políticas de financiamento que estrangulam a UTAD e a quer relegada à segunda divisão, obrigando-a a despedir professores e a contentar-se com ser uma Universidade dedicada exclusivamente ao Ensino. O Bloco de Esquerda rejeita esta inércia de políticas activas para a UTAD.


Num distrito como Vila Real, que tanto carece de instrumentos de desenvolvimento, a UTAD é absolutamente centrar num projecto dedicado ao crescimento da região. Não pode sofrer do mesmo isolamento e do mesmo esvaziamento de políticas de desenvolvimento que já sofre o distrito.

A candidatura bloquista por Vila Real defende um reforço orçamental da UTAD que lhe permita investir no Ensino e na Investigação criadora de instrumentos e conhecimentos de desenvolvimento para a região, e garanta estabilidade laboral dos e das professoras, investigadoras e corpo não docente.

Os e as estudantes têm de deixar de ser uma fonte de financiamento através da propina e uma oportunidade de negócio para os bancos através dos empréstimos. Os cortes impostos pelos PEC 3 revelaram-se na UTAD num corte de 16% do valor médio mensal das bolsas de acção social, i.e., menos 33,5 euros mensais, sendo que deste valor médio mensal ainda sai o valor da propina.

O Bloco de Esquerda defende a indexação do valor da propina ao salário mínimo nacional e a fixação das propinas relativas ao ciclo de estudos para obtenção de grau mestre e doutor com o mesmo valor das estabelecidas para o ciclo de estudo relativo à obtenção de grau de licenciado, como medidas mínimas a avançar já na próxima legislatura.

O Bloco de Esquerda está comprometido com a quebra dos mecanismos que mercantilizam as Universidades e combate-se por um maior financiamento da Acção Social Escolar e pela Gratuitidade da frequência do Ensino Superior.


 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
14449778_1017459351699565_1908966147365647017_n.jpg
O que quer o Bloco?
oet2.jpg
Jornal Orçamento

capajornalnov16.jpg

Legislativas 2015
Vota Bloco de Esquerda
Revista Vírus
Revista Vírus
© 2017 Site Distrital de Vila Real - Bloco de Esquerda
Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.