Início
Bem Vind@s!
Início
Noticias
Agenda
Opinião
Documentos
Eleições
Ligações
Sugestões e Denúncias
adere.jpg
 
tv_esquerda
 
 







(Des)Inauguração da Estação de Comboios de Vila Real Imprimir e-mail
21-Jan-2012

 

"Ontem as linhas de ferro, Hoje os serviços públicos, Amanhã és tu a fechar!"

 
A Comissão Coordenadora Distrital do Bloco de Esquerda de Vila Real, vem através da seguinte nota de imprensa solicitar a informação de toda a população dos Municípios abrangidos pela extinta linha do Corgo, Vila Real, Santa Marta de Penaguião e Peso da Régua, dos seguintes pontos, que são corroborados com a divulgação do vídeo que efectuámos no dia 19 de Janeiro de 2012, na Estação do Caminho de Ferro de Vila Real, que esperamos que seja divulgado.

 


1 - O Bloco de Esquerda de Vila Real, protesta contra o abandono a que está votado o Estado Social, materializado no desleixo com que foi deixada a Estação de Caminho de Ferro, sinónimo do desinteresse dos partidos que assinaram o acordo da Troika, que prejudica centenas de utentes desta linha, as populações servidas e o espectral turismo, que alguns agentes políticos alardearam como o fim último da linha, sendo as populações figurantes de fantasia.

2 - Depois da aclamação pelo governo neoliberal da solução final no último trimestre do ano passado (o fim da linha do Corgo), aconteceu o fim dos transportes assegurados pela CP. No entanto a empresa de transportes Tâmega está a assegurar a carreira mas anunciou após terminar esse acordo com a CP que o preço vai aumentar 70 cêntimos. O Presidente da Câmara Municipal de Vila Real, Manuel Martins respondeu à imprensa (na semana passada) que recusou as propostas da Santos e Rodonorte para assegurarem o transporte porque a câmara vai criar uma rede de transportes... Algo que não vinha sequer escrito no Orçamento Municipal para 2012. E não esqueçamos a retirada silenciosa de uma Associação de Empresário Turísticos da Estação de Caminho de Ferro de Vila Real, que operacionalizou uma manobra de marketing chamada 7 maravilhas de Portugal em 2010.

3 - Constatamos que as centenárias instalações, se encontram devolutas, acossadas pelo vandalismo de jovens sem acompanhamento social e cultural. A estação está sendo esventrada do seu espólio, existindo fácil acesso através de uma porta junto à plataforma no seu interior. Adivinhamos um desfecho trágico se nada for feito, para o património, e para as vidas. Para além do vandalismo, a estação aparenta ser o palco de tráfico de estupefacientes. Há uma tripla responsabilidade nesta matéria: da Refer, pois não vedou o acesso às instalações, da Proteção Civil, pois não sinalizou a estação como terreno prioritário, e da Câmara Municipal por negligenciar as suas responsabilidades e poder de influência junto do governo para que o património público não sofra danos irreversíveis e vergonhosos. -- Quem gostaria de assistir ao abandono e destruição do Jardim da Carreira?

O abandono da Estação é Exemplar, não existem casualidades, mas causas por detrás deste abandono e de outros, presentes e futuros. Na placa que descerramos desinauguramos a Estação de Caminho de Ferro de Vila Real, que em paralelo com outras desinaugurações que estão a acontecer em 2012 fruto das respostas neoliberais à crise, consistem em apagar a nossa democracia e o Estado Social, em prol de um admirável mundo novo de mais dívidas e austeridade.

"Ontem as linhas de ferro, Hoje os serviços públicos, Amanhã és tu a fechar!"
 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
14449778_1017459351699565_1908966147365647017_n.jpg
O que quer o Bloco?
oet2.jpg
Jornal Orçamento

capajornalnov16.jpg

Legislativas 2015
Vota Bloco de Esquerda
Revista Vírus
Revista Vírus
© 2017 Site Distrital de Vila Real - Bloco de Esquerda
Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.