Início
Bem Vind@s!
Início
Noticias
Agenda
Opinião
Documentos
Eleições
Ligações
Sugestões e Denúncias
adere.jpg
 
tv_esquerda
 
 







Bloco quer evitar barragem no rio Tua Imprimir e-mail
20-Abr-2009
Louçã faz passeio de barco pelo rio TuaEm visita ao concelho de Carrazeda de Ansiães, Francisco Louçã afirmou que é possível um recuo na construção da barragem do Tua, como aconteceu em Foz Côa, se as populações não se acomodarem. A concretizar-se a construção da infra-estrutura, desaparecerá uma paisagem classificada como património mundial da humanidade pela Unesco. "A barragem de Foz Côa era irreversível e não se fez" afirmou Louçã, depois de fazer um passeio de barco pelo rio Tua, numa paisagem que será completamente alterada com a construção da barragem prevista para a foz do rio.

"A barragem de Foz Côa era irreversível e não se fez" afirmou Louçã, depois de fazer um passeio de barco pelo rio Tua, numa paisagem que será completamente alterada com a construção da barragem prevista para a foz do rio.

A construção da barragem vai igualmente submergir uma parte significativa da linha ferroviária do Tua, que se encontra encerrada na sequência do último acidente ocorrido há oito meses. "Não há grandes dúvidas, o fecho da linha já é uma estratégia para a promoção da barragem e ela alterará por completo a paisagem porque destruirá uma parte destes terrenos e sobretudo perde-se aquilo que é único", observou Louçã, junto às termas de São Lourenço, Carrazeda de Ansiães, um complexo desactivado que será também afectado pela barragem.

O dirigente do Bloco de Esquerda sublinhou que Portugal precisa que se façam barragens para diminuir a dependência energética, mas considera a do Tua "errada". "Acho que a decisão do poder político é intransigente e teimosa nessa sentido, mas eu já aprendi que quando a opinião pública, quando a maioria das pessoas falam e se exprimem, não ficam caladas, é possível fazer recuar",concluiu.

A secretária de Estado dos Transportes, Ana Paulo Vitorino, já fez saber que o futuro da linha do Tua está dependente da decisão acerca da construção da barragem, sendo que a construção da mesma está dependente da Declaração de Impacte Ambiental, que deverá ser emitida nos próximos dias


Leia também:

Cresce indignação contra barragem do Tua
Linha do Tua: os acidentes e a barragem

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
14449778_1017459351699565_1908966147365647017_n.jpg
O que quer o Bloco?
oet2.jpg

capajornalnov16.jpg

Legislativas 2015
Vota Bloco de Esquerda
Revista Vírus
© 2022 Site Distrital de Vila Real - Bloco de Esquerda
Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.