Início
Bem Vind@s!
Início
Noticias
Agenda
Opinião
Documentos
Eleições
Ligações
Sugestões e Denúncias
adere.jpg
 
tv_esquerda
 
 







Bloco de Esquerda de Vila Real reuniu com a CGTP Imprimir e-mail
14-Fev-2013
O núcleo distrital de Vila Real do Bloco de Esquerda reuniu na passada segunda-feira, dia 11 de Fevereiro com o núcleo da CGTP em Vila Real.
Na reunião foram abordados os temas das manifestações da CGTP agendadas, o desemprego e a precariedade laboral no distrito de Vila Real e ainda a situação de privatização dos serviços públicos de água em Vila Real.

 
reuniaocgtp13fevereiro2013.jpg 
 
 
Ficou esclarecido que Vila Real teve um aumento do desemprego, tendo actualmente quase 15000 desempregados, sendo que de acordo com os dados dos censos de 2011, o concelho de Vila Real possui 51850 habitantes no total, e o distrito cerca de 213000 no total, isto é, excluindo o factor de população activa, habilitada a trabalhar. O aumento registado corresponde a uma percentagem de 9,9%. Estes dados estão actualizados face a Dezembro de 2012 e tendo somente em conta os desempregados registados nos Centros de Emprego. Excluem-se assim os dados dos desempregados que emigraram no final do ano passado, altura em que se registou grande vaga de emigração para os países francófonos, bem como os recém licenciados e mestres das Universidades. Registamos ainda com preocupação que estes dados vão de encontro ao divulgado ontem, dia 13 de Fevereiro, na comunicação social, de que o desemprego nacional aumentou para 16,9%, duplicando num espaço de 4 anos, atravessando dois governos, um do PS e outro do PSD/CDS. É ainda de ter em conta os dados das organizações não governamentais (ONG) como o Movimento Sem Emprego, que registam um valor de desemprego real de 25,43%, isto é, um quarto da população activa portuguesa. É ainda desprezível que o Governo esteja a ponderar repor o Serviço Militar Obrigatório: tal tem somente como objectivo ocultar ainda mais os números do desemprego, integrando os jovens saídos do ensino secundário nas Forças Armadas por um período de 6 meses, durante os quais não irão aparecer nas estatísticas do desemprego. É também de notar, que em Valpaços o desemprego atinge mais de 60% da população activa.
Estes números preconizam o fracasso das políticas de austeridade, que apenas destroem a produtividade e o emprego, sendo estes indissociáveis um do outro.

Quanto à privatização da água, ainda não existem indicações dos procedimentos que irão ser tomados pelas diversas Câmaras Municipais do Distrito, sendo que no entanto as empresas municipais deverão ser integradas nos Grupos Município, como o Bloco de Esquerda sempre defendeu genericamente. No entanto, o Governo PSD/CDS, vê tal como uma oportunidade de privatizar a água, algo que nenhuma pessoa de consciência democrática pode defender pois tal será aumentar o custo da água, o bem mais essencial à vida, através da sua concessão à entidades privadas cujo único objectivo é o lucro. Relembramos que no Peso da Régua as tarifas de água são as mais baixas do Distrito e em Vila Real as sétimas mais elevadas a nível nacional. Não só defendemos que a água deve ficar na gestão pública, através da sua integração nas competências das Câmaras Municipais, como defendemos que os trabalhadores dos Serviços Municipais de Água não devem ser despedidos para beneficiar uma qualquer exploração privada da Água.

O Bloco de Esquerda apoia assim as iniciativas da CGTP quer de Manifestações quer de petições no âmbito do emprego, água pública e demissão deste governo bem como a expulsão da Troika de Portugal. Dia 16 de Fevereiro apoiaremos a CGTP na sua Manifestação.

 
Sem mais nada a acrescentar e com os melhores cumprimentos e saudações democráticas,
 
Núcleo Distrital de Vila Real do Bloco de Esquerda 
 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
14449778_1017459351699565_1908966147365647017_n.jpg
O que quer o Bloco?
oet2.jpg
Jornal Orçamento

capajornalnov16.jpg

Legislativas 2015
Vota Bloco de Esquerda
Revista Vírus
Revista Vírus
© 2017 Site Distrital de Vila Real - Bloco de Esquerda
Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.