Marcelo Rodrigues Ú o candidato do Bloco em Chaves
18-Jul-2017

A primeira candidatura bloquista ao município flaviense foi apresentada este domingo. Lúcia Pereira da Cunha, candidata independente, encabeça a lista à Assembleia Municipal.

 

 

 É a primeira vez que o Bloco de Esquerda se apresenta a sufrágio no concelho de Chaves em eleições autárquicas, com uma candidatura encabeçada por Marcelo Rodrigues, de 26 anos, economista com pós-graduação em Economia social. O lançamento teve lugar no domingo, com a presença da deputada Isabel Pires e a inauguração da sede de candidatura.

Na sua intervenção, Marcelo Rodrigues prometeu lutar para que haja de uma vez por todas oportunidades para os jovens se fixarem no concelho. “Hoje, as condições de vida no concelho de Chaves não satisfazem os seus habitantes. Foram tomadas decisões políticas erradas que não conseguimos entender”, afirmou o candidato do Bloco, referindo-se às “obras cuja utilidade e justificação são duvidosas e obras inacabadas que têm prejuízos a longo prazo”.

Marcelo Rodrigues deu alguns exemplos destas obras públicas: o Museu das Termas, que não está aberto ao público nem se sabe como será dinamizado, “tem problemas estruturais de construção” que eram previsíveis; a intervenção na Praça General Silveira, vulgo Jardim das Feiras, é outro exemplo de obra que “descarateriza o local, não conta a história e a memória, não é confortável para o cidadão”; ou o Balneário Termal em Vidago, “onde foi feito investimento e hoje não funciona por falta de abastecimento de água”.

A candidata independente à Assembleia Municipal, Lúcia Pereira da Cunha, afirmou que a eleição de candidatos do Bloco à autarquia flaviense “virá impulsionar uma mudança assente no reforço dos valores da transparência, liberdade, responsabilidade e solidariedade e, sobretudo, do conhecimento e da competência”. Lúcia Cunha é licenciada em Ensino Biologia-Geologia pela Faculdade de Ciências da Universidade do Porto e pós-graduada em Ciências de Educação - Especialização em Animação Sociocultural.